Let it be †

Let it be †
All Mota
Todos os textos escritos neste blogue são escritos pela autora, caso contrário estão devidamente identificados. Agora sobre mim? Bem, sou portuguesa, tenho uma irmã gémea, tudo o que aqui escrevo tem um motivo, uma razão e um porquê e em cada um é diferente, tenho um auto controlo de nível médio, mas em termos de confiança supero-me, tenho gostos e desgostos como toda a gente e de cada erro que cometo levo de cada um uma aprendizagem, sou uma pessoa calma, mas também tenho os meus momentos de loucura e também me torno bastante impaciente quando tem que ser. Sou altruísta e detesto-me por isso, defendo que nem todos os irmãos têm de ser de sangue, e como sempre quis ter um irmão da minha idade e outro mais velho tornei o meu desejo realidade. Adoro estar nos braços de um rapaz, mas tudo tem um fim e tudo acaba bem, e se não acabou bem, é porque ainda não chegou ao fim. xo-xo

† facebook † tumblr † seguir-me
02.2011 03.2011 04.2011 05.2011 06.2011 07.2011 08.2011 09.2011 10.2011 11.2011 12.2011 01.2012 03.2012 04.2012 05.2012 07.2012 11.2012 02.2013
layout : drivefaraway
icon : violetbirdy
I think I fell in love for real
Friday, November 25, 2011 @ 3:56 PM | comment (9)




Como é que isto me aconteceu? Tudo o que eu menos esperava era isto, mas ele apareceu assim. Aquelas pequenas coisas nas quais eu não acreditava fazem, agora, para mim todo o sentido, encontrei um rumo e agora sigo-o, em direcção a ti. Sabes o que mudaste em mim? Tiraste-me este sorriso forçado e tornaste-o num verdadeiro, o meu coração bate mais forte, a minha voz enfraquece sempre que tento dizer alto que te amo, tenho um medo enorme de te perder por um erro, faço figurinha de parva quando estou em qualquer lugar e sorrio para o vazio por estares ausente de corpo mas presente no pensamento, pergunta-me se quero ficar ou ir e encontras a resposta no meu olhar. Persegue-me em busca de amor e eu corro para ti, sempre que precisares que te diga «amo-te» chama-me que eu digo, de verdade. Não és uma perda de tempo, não paro de sorrir e agora sei o que é o amor. Vem buscar-me sempre que sentires saudade, a qualquer hora e em qualquer lugar. Conta comigo para tudo. Entraste no meu espaço, na minha zona de conforto e descobriste o meu ponto fraco, soubeste do que eu precisava no meu olhar e bastou dizeres uma só palavra para tudo mudar. Para mim a definição perfeita do amor és tu.

Labels:




Older Posts & Newer Posts