Let it be †

Let it be †
All Mota
Todos os textos escritos neste blogue são escritos pela autora, caso contrário estão devidamente identificados. Agora sobre mim? Bem, sou portuguesa, tenho uma irmã gémea, tudo o que aqui escrevo tem um motivo, uma razão e um porquê e em cada um é diferente, tenho um auto controlo de nível médio, mas em termos de confiança supero-me, tenho gostos e desgostos como toda a gente e de cada erro que cometo levo de cada um uma aprendizagem, sou uma pessoa calma, mas também tenho os meus momentos de loucura e também me torno bastante impaciente quando tem que ser. Sou altruísta e detesto-me por isso, defendo que nem todos os irmãos têm de ser de sangue, e como sempre quis ter um irmão da minha idade e outro mais velho tornei o meu desejo realidade. Adoro estar nos braços de um rapaz, mas tudo tem um fim e tudo acaba bem, e se não acabou bem, é porque ainda não chegou ao fim. xo-xo

† facebook † tumblr † seguir-me
02.2011 03.2011 04.2011 05.2011 06.2011 07.2011 08.2011 09.2011 10.2011 11.2011 12.2011 01.2012 03.2012 04.2012 05.2012 07.2012 11.2012 02.2013
layout : drivefaraway
icon : violetbirdy
something
Saturday, April 21, 2012 @ 5:53 PM | comment (7)



Boa tarde meus lindos (:, a inspiração tem andado chateada comigo. Mas vamos lá ver o que ele vos trouxe desta vez. Olá, espero que esteja tudo bem com todos vocês, (a inspiração) decidiu que desta vez vos vai dar uma realidade. Todos cometemos erros, mas também grande parte volta a comete-lo, como se isso fosse realizado para termos mesmo a certeza que é errado. Sou uma dessas pessoas, confesso, talvez seja mesmo essa a razão pela qual ainda luto por quem eu já repeti imensas vezes já ter desistido, mas não, volto sempre ao mesmo, ele baralha-me as ideias, completamente. Desculpem não vos conseguir dar mais, prometo que da próxima vou deixar-vos boquiabertos (ou não). xoxo all mota

Labels:




scrable
Monday, April 16, 2012 @ 7:46 PM | comment (47)




Do que eu tenho medo é da rejeição, e uso os outros como escudo, daí me definirem como uma pessoa altruísta, quero sempre ver os outros bem porque até me traz uma certa felicidade, não me completa, mas é alguma coisa, não me é tudo nem sequer o que preciso, mas não consigo deixar de ser assim, odeio-me imensamente por esse motivo e juntando isso com o meu orgulho sou a pior pessoa que alguém pode querer do seu lado. Certamente que quando te aperceberes que te estou a tentar esquecer passará alguém por ti que terá o mesmo perfume que o meu e isso despertará a tua memória, talvez te "toques" a tempo ou talvez quando sentires a minha falta seja tarde demais. Falaram-me de uns rumores de (já) andares envolvido com outra pessoa, mas quero que mo digas, ou que simplesmente me digas a verdade, o que queres de mim, o que significo para ti. (oi fantástico pensamento que caiu por terra, tudo bem? ainda bem que já não existes, pensamento idiota!) xoxo, all mota.

Labels: ,




lego(s)
Thursday, April 12, 2012 @ 7:56 PM | comment (14)

Bem desta vez decidi publicar umas fotos minhas, como já tirei o aparelho que usava em fevereiro decidi por, sei que não são nada demais, mas também quero-vos mostrar um pouco de mim, para que tenham uma certa noção de como sou fisicamente, sei que não sou certamente o que vocês esperavam, mas pronto aqui ficam, psicologicamente vocês já sabem.(luis miguel).
xoxo all mota








Labels:




rímel, batôm, lápis e verniz
Saturday, April 7, 2012 @ 10:33 PM | comment (20)




Tantas vezes me disseram que sentir falta é o mesmo que sentir saudade, mas não é. "A saudade bate, agonia, estremece. A falta congela, chora, entristece. A saudade é a certeza de que a pessoa vai voltar. A falta é o querer ter de volta, mas saber que não vai ter." Sei que é estúpido, talvez até burrice, mas sinto falta de certos momentos, certas pessoas na minha vida e gostava que o tempo voltasse a colocar-me de novo nesses momentos e do lado dessas pessoas. É verdade que tive momentos maus, mas também tive bons, não foram perfeitos nem precisavam, foram inesquecíveis, com certas pessoas amei demais, valorizei demais, iludi-me demais, decepcionei-me demais, exagerei, e essas mesmas pessoas nem sequer sentiram o mínimo por mim, isso entristece-me, entristece-me vê-las perderem alguém que lhes deu tanto e saber que a personalidade delas não lhes permite sequer reparar nisso. Acho incrível como há pessoas com o dom de magoar, outras com o dom de brincar com os sentimentos e outras até mesmo com o dom de nos fazer mudar. Há pessoas idiotas e por incrível que pareça que são aquelas que mais dificilmente esquecemos, parece que fazem questão de estarem sempre presentes no nosso pensamento. Não procuro ser vadia, muito menos santa, procuro ser inesquecível. (Julgo-me corajosa, mas tenho medo)


ps: vou mudar o nome do blogue, desculpem, mas já não fazia sentido continuar com o nome que tinha, por isso espero que gostem, caso contrário, por favor digam, estou de "ouvidos". ainda não está decidido que é o que esta actualmente, pode sofrer mudanças, ah e propostas vossas não? 
xoxo, all mota.



meu único pensamento ultimamente
Sunday, April 1, 2012 @ 12:39 AM | comment (36)


"Vai lá otaria, manda mais uma mensagem, como se ele não tivesse recebido todas as ultimas. Enche a caixa de entrada do celular dele, como se isso fosse fazê-lo sentir algo por você além de enjoo. Enjoo do teu exagero, enjoo de quem insiste em dançar sem musica, sem ritmo, sem dança, sem pista, sem par, que tal se valorizar? Ma olha se você estiver ocupado demais para me ligar, eu vou entender. Se você não tiver tempo para me mandar mensagens, eu vou entender. Se você tiver fazendo algo mais importante e não puder me ver, eu vou entender. Se você fingir que não está nem ai pros meus sentimentos e continuar me ignorando, eu vou entender. Se você continuar desperdiçando seu tempo de vida com coisas fúteis, eu vou entender. Mas se eu parar de te procurar, aí é a sua vez de me entender.Mas é que às vezes você me perde. E me ganha de novo. E me perde. E, sei lá, isso fode com a minha cabeça."

Labels:




Older Posts & Newer Posts