Let it be †

Let it be †
All Mota
Todos os textos escritos neste blogue são escritos pela autora, caso contrário estão devidamente identificados. Agora sobre mim? Bem, sou portuguesa, tenho uma irmã gémea, tudo o que aqui escrevo tem um motivo, uma razão e um porquê e em cada um é diferente, tenho um auto controlo de nível médio, mas em termos de confiança supero-me, tenho gostos e desgostos como toda a gente e de cada erro que cometo levo de cada um uma aprendizagem, sou uma pessoa calma, mas também tenho os meus momentos de loucura e também me torno bastante impaciente quando tem que ser. Sou altruísta e detesto-me por isso, defendo que nem todos os irmãos têm de ser de sangue, e como sempre quis ter um irmão da minha idade e outro mais velho tornei o meu desejo realidade. Adoro estar nos braços de um rapaz, mas tudo tem um fim e tudo acaba bem, e se não acabou bem, é porque ainda não chegou ao fim. xo-xo

† facebook † tumblr † seguir-me
02.2011 03.2011 04.2011 05.2011 06.2011 07.2011 08.2011 09.2011 10.2011 11.2011 12.2011 01.2012 03.2012 04.2012 05.2012 07.2012 11.2012 02.2013
layout : drivefaraway
icon : violetbirdy
feelings (7) :
Saturday, June 25, 2011 @ 11:17 AM | comment (23)

Não, não consigo não chorar quando penso naquilo, quando penso que já estas com outra que está no meu lugar, quando li aquilo «este homem está indisponivel» partiu-me o coração, as lágrimas começaram a cair tão rapidamente, não entendi. Desejei-te as felicidades, quando essas felicidades deviam ser com o meu e o teu «nós», não com outra rapariga. Quando me disseste «Vou ser ! Tu tiveste a tua oportunidade e não a aproveitaste, olha é a vida» depois de eu te ter dito «Sê feliz», fui-me abaixo, não consegui ser aquele «forte» que eu sou, sim, tu conseguiste, tu conseguiste deitar-me abaixo. Sim, eu perdi a minha oportunidade, mas sabes que mais, eu sou forte, demasiado forte e há masis rapazes por aí, prefeitos ? nenhum; iguais a ti ? espero que nenhum, pois cansei de gostar e me apaixonar por rapazes como tu. Amei-te muito, sim é verdade, mas da mesma maneira que tu me conseguiste dizer «olá» irá ser da mesma maneira que eu te conseguirei dizer «adeus». Vou sair e divertir-me sem ti. Já consigo dizer-te adeus, agora que sim, me deixaste mesmo sozinha.

Labels: ,




Older Posts & Newer Posts